2

Piscinas Chiques

10 piscinas incríveis

Borda infinita, vista estonteante, integração com o oceano, profundidade de 35 metros... Fizemos uma seleção com as 10 piscinas mais impressionantes do mundo

Por Casa e Jardim Online
“Tanque com instalações próprias para natação e alguns outros esportes aquáticos”. De acordo com o dicionário Houaiss, esta é a definição da palavra piscina. Mas depois de olhar essa lista, você verá que o significado pode ir muito além. Os projetos de arquitetura que integram a seleção abaixo são mais do que lugares para dar um mergulho nos dias de calor: são verdadeiras obras de arte. Espalhadas por vários cantos do mundo, elas impressionam só de olhar. Quais você gostaria de conhecer?
Divulgação
NAS ALTURAS
De tão alta, a piscina do Marina Bay Sands, em Cingapura, fica nivelada com os topos dos maiores arranha-céus da vizinhança. A borda infinita dá a impressão de que os nadadores podem despencar a qualquer momento. Haja coragem!
Divulgação
PIRÂMIDE TRANSPARENTE
Esta, no resort San Alfonso del Mar, no Chile, é tão grande que se confunde com o mar. Parte da água fica dentro de uma estrutura de vidro, em forma de pirâmide.
Divulgação
MERGULHO NAS PROFUNDEZAS
A Nemo 33 fica em Bruxelas, na Bélgica, e é considerada a piscina coberta mais profunda do mundo: são quase 35 metros. Ela foi criada pelo mergulhador John Beernaerts. Além de aulas de mergulho, ela também serve de locação para filmes.
Divulgação
PAZ À VISTA
No Anantara Golden Triangle Resort, na Tailândia, a piscina tem tulipas desenhadas pelo revestimento. Como fica em um ponto alto, oferece vista para Laos e a Birmânia.
Divulgação
CAVERNA AQUECIDA
Esta cratera natural em Utah, nos Estados Unidos, tem 16 metros de profundidades e é preenchida com água quente. Localizada no Homestead Resort ganhou um túnel de acesso e deques de madeira, que dão mais conforto aos hóspedes.
Divulgação
ESPREGUIÇADEIRA MOLHADA
Dá para ficar deitado por horas nessas “espreguiçadeiras” integradas à piscina, enquanto se observa o mar de Saint Martin, no Caribe. A foto é do hotel Mes Amis.
Divulgação
COM ÁGUA DO MAR
Este tanque, no clube Bondi Iceberg, em Sidney, na Austrália, recebe água das ondas do mar, quando a maré está alta. Existe há mais de 100 anos.
Divulgação
DESCANSO PRIVATIVO
O hotel Sarojin, na Tailândia, tem estas estruturas isoladas com pares de espreguiçadeiras dentro da piscina. A atração oferece privacidade aos hóspedes.
Divulgação
ONDE ACABA A PISCINA E COMEÇA O OCEANO?
No Taipa Island Resort, em Macau, na China, a piscina interna tem paredes de vidro e parece estar ligada ao tanque externo que, por sua vez, dá a impressão de ser uma continuidade do oceano.
Divulgação
A MAIS LONGA
Projetada pelo arquiteto australiano Kerry Hill, esta é a piscina aquecida do hotel Lalu, em Taiwan. Com 60 metros de comprimento, é a mais longa do país. A vista para as árvores e para o mar é incrível.
0

Feliz Páscoa!!!


0

Tulipas no Canadá




O longo inverno canadense que faz parte do seu imenso território não é novidade. São meses de muito frio, neve e o vento que incomoda bastante. As roupas devem ser especiais e os agasalhos apropriados para ajudarem a manter o calor do corpo e causar menos impacto do frio. As cidades ficam cinzentas e o país fica todo branco. Quem mora no Canadá sabe que tudo no inverno é mais complicado, como simplesmente ir ao supermercado, por exemplo. Do final de outubro a janeiro os dias são curtos pela pouca luminosidade natural. Em janeiro e fevereiro, em alguns lugares, a temperatura pode chegar fácil a -40°C. O frio castiga principalmente aqueles que vieram de países tropicais como sul-americanos ou africanos. Especialistas afirmam que o frio e falta de luz natural podem ser uma das causas da depressão, encontrada em alto nível na população do Canadá. Por estes e vários outros motivos a primavera é, sem duvida, a estação mais esperada no hemisfério norte.
Oficialmente ela começa no dia 21 de março, mas para quem mora no Canadá sabe que isso não significa muita coisa. É somente uma data a mais no calendário. Diferentemente do que os filmes e desenhos da Disney mostram a bela estação, em boa parte do território canadense, só começa no mês de maio principalmente para aqueles que se concentram perto da borda entre o Canadá e os Estados Unidos.


Em todo o mundo a primavera é considerada a estação da vida, das cores e das flores. Nada melhor simboliza esta mudança do que as tulipas. As tulipas encontram no solo canadense o ponto ideal para a sua curta fase de vida. Vários festivais são organizados em volta das tulipas, entretanto o maior, mais popular, charmoso e importante do mundo é o Canadian Tulip Festival, em Ottawa.

Mas na verdade, o que há de tão especial no Canadian Tulip Festival? História e tradição. No outono de 1945 a Princesa da Holanda, Juliana Louise Emma Marie Wilhelmina, presenteou Ottawa com 100.000 bulbos de tulipas em forma de agradecimento ao acolhimento da cidade a família real holandesa durante a II Guerra Mundial. Os bulbos também representaram o papel do Canadá junto às tropas de libertação da Holanda no final da guerra.


Hoje o festival é muito reconhecido, respeitado e visitado. Recebe anualmente 500 mil visitantes nas 3 semanas em que ele acontece no mês de maio. Para os habitantes de Ottawa, as tulipas indicam a transição entre o inverno e a primavera. Consequentemente, para a grande maioria, significa que o frio de fato acabou. Além dos vários canteiros de tulipas colorindo a cidade, o festival ainda conta com inúmeros shows de música, cultura e arte.

O Major Hill Park, no centro da cidade, abriga o Pavilhão Internacional onde são encontradas barracas de diversos países que expõem seus artesanatos, curiosidades, informações e uma boa amostra da culinária. Há também atividades para crianças se divertirem enquanto os pais curtem um pouco e tiram bastante foto. O Park fica estrategicamente localizado entre o Chateau Laurier, a catedral Notre Dame e a Galeria Nacional de Artes. O visitante também se deslumbra com a vista para o complexo do Parlamento, as margens Rio Ottawa.

Ponto obrigatório da visita é o Comissioners Park (Parque dos Concessionários), as margens do Down’s Lake, onde se concentra a maioria dos canteiros de tulipas. Cerca de 300 mil tulipas são plantadas no local fazendo um verdadeiro tapete de tulipas de quase todas as cores. De longe parece até um mosaico. No parque também é possível encontrar artistas de rua e pequenas barracas de souvenir, além de sorvete, chocolates e comidas típicas do Canadá.

Para quem mora ou visita à parte leste do Canadá vale a pena reservar uma visita a capital canadense, Ottawa, e curtir o festival que este ano completa o seu aniversario de 59 anos de existência e tradição.
0

Meu peixe Linuxer, lindo demais!!!

video

1

Que chique!!!!

Faça em casa: colares e pulseiras de tubos!

Para comemorar a semana da mulher, a seção QUEM Inspira, da revista QUEM, separou um passo a passo bem fácil de se fazer. Acompanhe e divirta-se!

Colar e pulseira de tubos - fácil, fácil, fácil! (Foto: Ana Carolina Tedeschi)Colar e pulseira de tubos - fácil, fácil, fácil! (Foto: Ana Carolina Tedeschi)

Nesta sexta-feira (8), Dia Internacional da Mulher, o QUEM Inspira resolveu ensinar para as leitoras um método de fazer acessórios muito fácil e super barato! O colar e a pulseira de tubos foi uma dica do livro americano "I Spy Diy", de Jenni Radosevich, que mostra como chegar a um resultado igual ao da foto em poucos passos.

A brincadeira começou mais uma vez nos arredores da rua 25 de Março, de São Paulo. Acredite: para se ter esse colar e essa pulseira gastei apenas R$14,50. Se quiser, é possível gastar MUITO menos, mas com um pouquinho mais de trabalho. Se você ainda for um pouco mais empenhado, dá até para fazer um cinto e, porque não, uma sacola ainda mais fashion!
Material para o Passo a Passo (Foto: QUEM Inspira)Material para o Passo a Passo (Foto: QUEM Inspira)

Para fazer o acessório, você precisará de:
- Tubos dourados do tamanho que preferir
- Barbante preto
- Tesoura
- Miçanga para o acabamento, se desejar
- Cola líquida

No livro, Jenni Radosevich ensina a fazer o colar usando canudinhos plásticos, tinta dourada e cadarço de tênis. Basta cortas os canudos no tamanho que desejar e pintá-los com a tinta específica para plástico. Depois de secar, o passo a passo é o mesmo que o mostrado a seguir.
Bia Antony usou recentemente um modelo parecido <3 (Foto: Reprodução)Bia Antony usou recentemente um modelo parecido <3 o="" oto:="" reprodu="" strong="">


Como montar o seu acessório:
1-  Corte o barbante no tamanho que desejar em duas partes iguais. Se desejar fazer um colar, corte fios maiores, se desejar fazer uma pulseira, corte fios menores. O tamanho dependerá exclusivamente do trabalho que for fazer.
Dica: Neste caso, mais sempre é MAIS! Imagina se no meio do trabalho você descobre que o fio ficou curto demais?!

2- Pegue um dos tubinhos e passe o barbante que está na sua mão direita, para o lado esquerdo, e o barbante que está na sua mão esquerda, para o lado direito, como se você tivesse feito um X com os barbantes. (foto)

3 -
Em seguida, separe uma distância razoável para o acabamento final e prenda o tubo dourado com um nó. A parte de cima deverá ter o maior comprimento do barbante para você poder continuar o trabalho. (foto)

4 - Agora é só repetir o passo 2 até o seu acessório ficar no tamanho que desejar; passe o barbante que está na sua mão direita, para o lado esquerdo, e o barbante que está na sua mão esquerda, para o lado direito, como se você tivesse feito um X com os fios. (foto)

5 -
Ao final, prenda o trabalho com um nó e, se quiser, arremate com uma miçanga dourada diferente. Eu prefiro deixar os fios soltos,  e prender o colar e a pulseira com um nó. Se achar melhor, prenda um fecho específico nas pontinhas. Na ponta dos barbantes, passe um pouco de cola para não desfiar.
Passo a Passo (Foto: QUEM Inspira)Passo a Passo (Foto: QUEM Inspira)
COlar e pulseira de tubos <3 (Foto: Ana Carolina Tedeschi)Colar e pulseira de tubos  (Foto: Ana Carolina Tedeschi)